Tem uma questão que eu considero muito importante e foi por conta dela que eu decidi trabalhar com emagrecimento, tanto na parte de coaching como na parte de psicoterapia.

Eu ouvi esta questão de uma pessoa, em um atendimento, e isto só reforçou o que eu já sabia: Quando uma pessoa tem problemas com a questão do peso, ela tem outras questões por trás, peso é só uma manifestação de algo maior. E estas pessoas tem uma característica em comum. É claro que eu não posso generalizar porque as pessoas são diferentes, mas algumas características são muito marcantes.

Os processos de autossabotagem são intensos. Os maiores sabotadores são o perfeccionismo, o vitimismo e o fato de serem muito prestativas com os outros. Além disso, são pessoas que tem dificuldades em expressar o que sentem, dificuldade de colocar limites, pessoas que não sabem dizer não, que não se colocam como prioridade, estão sempre tentando agradar.

Todas estas questões, mesmo que inconscientes, vão trazendo um verdadeiro desgosto. Chega uma hora em que a pessoa se debate com a ideia de que ela não consegue ser feliz vivendo para si mesmo, fazendo por si.

É normal a característica de se realizar agradando o outro. E às vezes não existe retribuição. Na verdade, é provável que quanto mais você faça, mais o outro vai esperar, pedir e cobrar. Acaba surgindo uma sensação de não ser valorizado, de ser deixado de lado, quando na verdade são elas mesmas que se deixam de lado e não se tratam como prioridade e levam a vida que não delas, carregam peso que não é delas. E somente quando existe esta conscientização e uma mudança de postura é que conseguem perder peso.

É preciso colocar cada coisa em seu lugar, permitir que cada um carregue a sua própria carga. Você não vai conseguir resolver os problemas de todo o mundo.

Você que está aí querendo perder peso mas enfrenta dificuldades, pare e reflita. Você se identifica com esta postura? Reflita sobre as consequências na sua vida. O que pode mudar?

Comece a fazer as mudanças necessárias para poder ser mais feliz e se sentir mais realizada. A perda de peso é consequência. Depois que você organiza a sua vida e se coloca em primeiro lugar, e começa a fazer as coisas por você, é isto que dá sentido para a vida. E a partir daí tudo muda.

 

Até a próxima!

Melina Schio